Ação conjunta europeia para evitar fraudes e burlas através das redes sociais

 É crescente o número de queixas de consumidores que têm sido vítimas de fraudes ou burlas quando utilizam os sítios das redes sociais na Internet ou que se veem sujeitos a determinadas condições de serviço que não respeitam o Direito do Consumo europeu.

Face a esta situação, as autoridades nacionais de fiscalização, numa ação conjunta liderada pela Direção-Geral da Concorrência e Repressão de Fraudes de França e com o apoio da Comissão Europeia, solicitaram às empresas visadas a tomada de medidas específicas que assegurem o respeito do quadro regulamentar da UE. Mais informação sobre este assunto está disponível no Comunicado de Imprensa da Comissão Europeia. 
Abrir documento Abrir documento ( PDF - 59 Kb )
 
Partilhar Partilhar
 
Voltar