Página inicial > Bilhetes à venda InternetImprimir Imprimir
 

Bilhetes à venda Internet

bilhetes


Perde-se o dinheiro e o espectáculo

Cinco amigos decidiram comprar on-line bilhetes para o concerto em Portugal da sua banda preferida. Habituados a utilizar a Internet e geralmente atentos a possíveis situações de fraude ou de sites menos seguros, o "worldwideticketstore" pareceu apresentar todos os indicadores de fiabilidade.
Assim, e quase com um ano de antecedência, compraram 5 bilhetes por um custo total de 395€, e pagaram através de cartão de crédito.

Só após a compra, ao fazerem a impressão do recibo de pagamento, repararam, em letras muito pequenas, que os bilhetes só seriam entregues 2 a 3 semanas antes do concerto. Apesar disso, na sua boa fé, não suspeitaram que se tratava de uma situação fraudulenta.
Na semana anterior ao concerto ainda não tinham recebido os bilhetes. Tentaram contactar a empresa e constataram então que o número de telefone não existia, e que também o site onde tinham efectuado a compra já não estava disponível para consulta. Navegando pela Internet, encontraram dezenas de pessoas queixando-se de terem sido igualmente enganadas.

Reclamações como a destes cinco amigos surgem no Centro Europeu do Consumidor (CEC) por ocasião de espectáculos de futebol ou concertos a realizar em Portugal ou no estrangeiro, que captam particular interesse dos fãs e os bilhetes podem ser comprados através da Internet. Várias vezes o CEC tem alertado para a atenção redobrada que todos devem ter quando pretendem adquirir bilhetes para esses espectáculos através da Internet. Usar a Internet para comprar os bilhetes é um meio prático e simples para quem não quiser dormir ao relento até ter na mão o bilhete pretendido, mas como em qualquer outra compra por este meio, é preciso estar prevenido contra práticas enganadores e fraudulentas.

Para além dos sítios na Internet já especializados na venda de bilhetes para vários tipos de espectáculos, é habitual que os organizadores de eventos de maior dimensão nacional ou internacional disponibilizem um site oficial para a venda electrónica de bilhetes e informações sobre o evento, incluindo outros locais de venda de bilhetes.

A Internet é também um repositório de informação sobre práticas fraudulentas, onde se pode encontrar a identificação de quem já enganou consumidores, e o próprio CEC disponibiliza igualmente no seu site uma ferramenta electrónica de pesquisa de sítios de venda on-line - o HOWARD.
Depois de se estar perante uma situação de fraude, para mais na Internet onde os sítios visados podem desaparecer de um momento para o outro, a solução não é fácil e torna-se muitas vezes impossível. Resta a denúncia às autoridades policiais e de controlo do mercado.


Mais uma vez, o CEC aconselha:

-  Evite comprar bilhetes em sites não oficiais.
-  Antes de comprar, pesquise na Internet  para saber se há queixas sobre o site em questão.
-  Ainda que alguém nas redes sociais refira que um dado site lhe parece seguro, os consumidores não devem deixar de fazer as suas próprias pesquisas para se assegurarem da fiabilidade do site.
-  Use o "Howard", a ferramenta da Rede CEC que o ajuda a obter informação sobre a fiabilidade de muitos sítios electrónicos e o esclarece também sobre como fazer valer os seus direitos.

E lembra que:

  1. Não deve negociar com sítios electrónicos que não forneçam informação clara sobre quem é o vendedor e como o pode contactar, incluindo o respectivo endereço físico. Caso surja algum problema, ficará numa situação difícil se apenas tiver o endereço de e-mail do vendedor;
   2. Não conseguir encontrar o contacto do vendedor no sítio electrónico, é frequentemente sinal de que o vendedor não tem interesse em ser encontrado.

 
Partilhar Partilhar
 
Voltar