Página inicial > Tópicos > Comércio Eletrónico > Recomendações da Rede CECImprimir Imprimir
 

Recomendações da Rede CEC

site


Sites destinados a profissionais
Se o sítio eletrónico não lhe é destinado, porque entra? Não é profissional, não é para si!



O Centro Europeu do Consumidor tem recebido muitas reclamações relativas a contratos celebrados online, em sítios eletrónicos que indicam destinar-se a profissionais.

Nesses sítios eletrónicos, os consumidores podem ver um aviso que é apresentado logo de início, informando que o site se destina a profissionais e está sujeito ao pagamento de uma quota anual. Se é para profissionais, está fora do âmbito da legislação de proteção dos consumidores.

A curiosidade pode sair cara! É que, ignorando o aviso e inserindo os dados pessoais, para poder visualizar os produtos, o consumidor está a aceitar os termos e condições do site e a celebrar um contrato à distância, apesar de não lhe ser pedida a assinatura nem o cartão de crédito!

Celebrado o contrato, o consumidor receberá uma carta ou um e-mail solicitando o pagamento da quota anual, que aceitou pagar para ter acesso ao site. A partir deste momento, o consumidor reclama para o site, sem sucesso.

Não efetuando o pagamento exigido, receberá cartas sucessivas pedindo um montante cada vez mais alto e emails em que é ameaçado com ações criminais e penas de prisão.


O CEC ACONSELHA:

- Não entre num site com uma aparência semelhante à da imagem.

- Leia atentamente as informações que lhe são dadas, antes de clicar "aceito" ou "continuar"

- Se lhe pedirem os seus dados pessoais, para poder ver o site, NÃO o faça.

- Se já foi longe de mais, peça ajuda ao CEC.


 
comprar na Internet


Alerta: Compras em sites sediados na China


O CEC tem recebido várias reclamações referentes a compras efetuadas em sites sediados na China, com armazéns de distribuição na Europa, nomeadamente em Espanha. Tal facto pode levar os consumidores a pensar que estão a efetuar compras numa loja em Espanha e, no momento de acionar a garantia são confrontados com a necessidade de enviar os equipamentos para o vendedor, na China. 
Assim, aconselhamos  a leitura obrigatória dos Termos e Condições disponíveis nos sites, antes de efetuar qualquer compra, de modo a tomar conhecimento do local da sede da empresa e das leis aplicáveis à sua compra.


 
Check-list


Ao longo dos anos e de vários estudos e relatórios realizados pela Rede de centros europeus do consumidor tem vindo a ser acumulada uma experiência considerável sobre os problemas que os consumidores enfrentam nas compras em linha. Este conhecimento vem dando lugar a inúmeros alertas e recomendações para ajudar os consumidores a prevenirem-se de problemas inesperados.

Contudo, e dessa mesma experiência, decorre também o conhecimento de que os próprios comerciantes que vendem através de sítios na Internet necessitam, por vezes, de ser igualmente esclarecidos sobre os direitos que assistem aos consumidores e as más práticas que devem evitar par conquistar a confiança dos seus potenciais compradores.

Por isso, a Rede CEC reuniu numa “check-list” (Lista de verificação) as várias recomendações que considera importantes para consumidores e comerciantes em linha. Consulte aqui o documento.


 
Fazer compras à distância


Fazer Compras à Distância

Conheça os seus direitos quando efetua compras de bens e serviços à distância e faça uso de algumas precauções, essenciais para concluir as transações com segurança e evitar eventuais armadilhas ou distrações.

 
 
Partilhar Partilhar
 
Voltar