Página inicial > Tópicos > Fraudes  > Uma casa de férias… que se evapora Imprimir Imprimir
 

Uma casa de férias… que se evapora

Oferta única: uma magnífica casa de férias, com piscina, no sul de Espanha. Reserve já, efetuando o pagamento.


Ao navegar na Internet, projetando as suas próximas férias, encontra uma linda casa de férias para alugar, em Espanha. Está situada precisamente no local para onde deseja ir este verão, tem uma grande piscina e parece bem cuidada.
Através do banco, faz o pagamento dos 2200€ correspondentes a uma estadia de 2 semanas. Três meses mais tarde parte para Espanha com toda a família e o cão. Chegados ao local, não acredita nos seus olhos: a casa já está alugada a outras pessoas. O proprietário não tem conhecimento do seu pagamento. Os números de contacto fornecidos no sítio eletrónico não estão atribuídos.
Por vezes, os vigaristas copiam os anúncios de casas de férias já existentes e agem como se fossem eles os proprietários. Ou apresentam nos seus sítios eletrónicos fotografias de casas atrativas, mas com moradas fictícias. Uma vez chegado ao local, percebe que foi burlado: a casa não está para alugar ou não existe mesmo, mas o seu dinheiro está perdido.


O que fazer?
Seja muito prudente se reservar um alojamento de férias. Tente obter o máximo de informações sobre a agência de aluguer e o alojamento: Qual é a morada, quando é que a agência e o sítio eletrónico foram registados?  Há informações sobre a agência, nos grupos de discussão da Internet? Telefone para a agência. Não pague antecipadamente a integralidade do aluguer, mas negoceie um sinal razoável. Se possível, pague com cartão de crédito.

 
Partilhar Partilhar
 
Voltar