Página inicial > Tópicos > Viajar > Situações de EmergênciaImprimir Imprimir
 

Situações de Emergência

emergência

Por vezes, as agitações locais ou uma catástrofe natural podem gerar hesitação sobre a viagem a realizar e já reservada. Um aviso oficial emitido pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros não é vinculativo, mas a maior parte das agências de viagens ou operadores turísticos estão disponíveis para cancelar ou modificar a sua viagem. Neste caso, poderá recuperar o seu dinheiro, mas não terá direito a uma indemnização.


Se, apesar de tudo, o operador turístico quiser manter a viagem, poderá escolher entre fazê-la ou cancelá-la, mediante o pagamento da taxa de cancelamento. Também poderá tentar negociar com o operador turístico para obter uma solução de comum acordo. O mesmo se aplica às reservas de hotel e aos bilhetes de avião.


Se já estiver no local na altura dos incidentes, o operador turístico pode decidir repatriar os seus clientes, por medida de segurança. Nesse caso, deverá propor-lhe uma alternativa equivalente ou reembolsá-lo da parte não utilizada da viagem.



Conselho: Antes de partir poderá contatar o Ministério dos Negócios Estrangeiros para obter informação sobre o nível de segurança da zona para onde pretende viajar.


 


Conselho: 112 é o número único de emergência, onde quer que esteja na União Europeia e está disponível 24 horas por dia.

 
Partilhar Partilhar
 
Voltar